sábado, 3 de julho de 2010



A partir de agora, quando me pedirem sinceridade vou rir-me. As pessoas mentem até quando pedem aos outros para serem sinceros. Engraçado, não é? Elas não querem ouvir a verdade, não querem que sejas sincero. Gostam de ouvir aquilo que é bom de ouvir e acreditar naquilo em que é bom de acreditar.
É verdade, a única pessoa a quem a sinceridade pode importar é a ti próprio, mas só para te deixar de consciência tranquila, porque duvido que te traga algum lucro.
Por isso mente. Mesmo que sejas um péssimo mentiroso, tudo vai fazer sentido e correr bem desde que digas aquilo que a outra pessoa quer ouvir.
Já eu não penso mentir, tenho uma relação estranha com a minha consciência. Gosto de não sentir o peso de promessas vazias ou de palavras não sentidas. Mas isso sou eu, e eu não sirvo de exemplo."

3 comentários:

  1. És tão bonita :$
    Gostei do post ^^,

    ResponderEliminar
  2. Adorei o que escreveste até tudo o que lá está é verdade *

    Nando Magalhães :)

    ResponderEliminar